Schwarz & Mello Produções
Quem Somos
Espetáculos
Projetos
Serviços

 

 

Schwarz e Mello Produções

TeatrosdeCuritiba.com
Espetáculos


voltar

QUEM MATOU PAPAI? A Sátira do Film Noir

 

1995

» Texto:
Jefferson de Mello e Leonardo Goulart
» Concepção Geral:
The Virgens Again
» Direção:
 Jefferson de Mello
» Elenco:
Jefferson de Mello
Leonardo Goulart
Fábio Ribeiro
Karyn Schwarz
Samantha Silva
Maria Alice Almeida
Laila Malucelli
FEMES FATALES E DETETIVES!

Até a década de 20 do século passado, as histórias detetivescas mostravam esses profissionais como calmos e cultos homens fumando cachimbo, enquanto que por um raciocínio brilhante, concluíam que Lord Charles fora assassinado na biblioteca da mansão de Ms. Christie por ninguém menos que... o MORDOMO. Eram histórias interessantes, mas que nada tinham a ver com a realidade dos detetives que existiam nas ruas.

Diante deste quadro nada verossímil, um detetive de verdade resolveu escrever uma história que passasse ao leitor as experiências mais duras e nem tão aristocráticas pela qual tinha de passar um detetive para solucionar seus casos. O nome do autor era Dashiel Hammet, e seu livro, "O Falcão Maltês". O livro influenciou vários escritores, e alguns mais ilustres, elevaram as histórias policiais à mais alta galeria da literatura deste século, como por exemplo, Raymond Chandler.

O cinema, depois de passar por uma fase repleta de filmes sobre gangsters, resolveu mudar o estilo de seus filmes policiais, tendo como base essa literatura e inclusive transcrevendo vários desses livros para a grande tela.

Assim, nas décadas de 40 e 50, surgiu no cinema americano um gênero cinematográfico, em que as histórias eram centradas em mistérios insolúveis e utilizavam técnicas oriundas do cinema expressionista alemão, cujos representantes imigraram para os EUA durante a Segunda Guerra Mundial.

O detetive durão, o reflexo na rua molhada, a "femme fatale", o contraste claro/escuro, são características facilmente reconhecíveis nesse gênero que os críticos franceses batizaram de "film noir" (filme escuro). No film noir, todos estão decaídos. Nem o próprio detetive acredita na honestidade de sua causa, transitando sempre entre seus ricos clientes e a mais baixa escória criminosa, tratando todos com a mesma arrogância.

Com a montagem da comédia "Quem Matou Papai?", fazemos uma sátira a essas histórias numa atmosfera em Preto e Branco, com muito humor. O Detetive Filho investiga vários suspeitos para descobrir Quem Matou Papai.
  Topo

Home | Bônus | Cadastro | Links | Contato | Topo
Copyright © 2002 - Schwarz & Mello S/C Ltda. Todos os direitos reservados / All rights reserved.
Desenvolvido por Schwarz & Mello S/C Ltda
Powered by Trilhas.com

 
Conheça nossos Colaboradores!
Lei de Incentivo
The Virgens Again
Patrocínio
Web Design

Fale Conosco